Vice-governador anuncia investimentos na Baixada Fluminense no Seminário ‘Visões de Futuro’ da FIRJAN

19/05/2013 20:14

 

Ampliar o ramal de trens urbanos e a Via Light, melhorar o abastecimento de água e traçar um plano diretor integrado para toda a Baixada Fluminense. Essas ações, propostas por especialistas do Sistema FIRJAN, foram anunciadas, pelo vice-governador Luiz Fernando Pezão, durante o seminário ‘Visões de Futuro: potencialidades e desafios para o estado do Rio de Janeiro’, promovido pela FIRJAN no auditório do SESI/SENAI de Nova Iguaçu. 
     

O evento baseou-se em documento que diagnosticou os gargalos para o crescimento de Nova Iguaçu, Queimados, Japeri, Mesquita, Nilópolis, Paracambi, Seropédica, Itaguaí e Mangaratiba e listou os investimentos públicos necessários para resolvê-los. A área deve se converter no maior polo petroquímico e gás-químico do país no horizonte de 5 a 15 anos. A população ali deve saltar de 1,6 milhão para quase 4 milhões de habitantes.
 

foto_Visoes-de-Futuro_Nova_Iguacu_07_editado.jpg
Fotos: Fabiano Veneza

 

O presidente do Sistema FIRJAN, Eduardo Eugenio Gouvêa Vieira, reforçou a necessidade de prever as demandas por fornecimento de energia, opções de transporte, habitação, educação, saneamento e ordenamento urbano, de forma a garantir um crescimento sustentável. “Torço para que as conclusões trazidas pelo‘Visões de Futuro’ sejam de grande valia para o governo do Estado e para as prefeituras na elaboração das políticas públicas para os próximos anos. Reafirmo a disposição do Sistema FIRJAN em continuar contribuindo com o desenvolvimento sustentável do nosso estado”, disse Eduardo Eugenio, para plateia de prefeitos, secretários municipais e empresários. 
 

foto_Visoes-de-Futuro_Nova_Iguacu_06_editado.jpg

‘Visões de Futuro é resultado da mobilização de mais de mil empresários, técnicos do Sistema FIRJAN e representantes do poder público e da sociedade organizada.

“É preciso fazer um plano integrado entre os municípios, que devem planejar para onde a cidade vai crescer e não ir atrás do crescimento desordenado para depois tentar resolver o problema”, completou Riley Rodrigues de Oliveira, especialista da FIRJAN em Competitividade Industrial e Investimentos. O vice-governador Luiz Fernando Pezão afirmou que já conseguiu recursos para fazer um plano diretor da Baixada.
 

foto_Visoes-de-Futuro_Nova_Iguacu_03_editado_b.jpg

 

O presidente da Representação Regional da FIRJAN Baixada I, Carlos Erane de Aguiar, elogiou os esforços do governo do estado do Rio de Janeiro para melhorar a região, mas destacou a necessidade de mais investimento em segurança. “Aproveito para reforçar o pleito por UPPs aqui. A insegurança afasta investidores”, enfatizou. Ele ressaltou que a Baixada reúne 33% da população, mas que as nove cidades que compõem a Representação Regional Baixada I geram apenas 4,9% do PIB do estado. 
 
“Estamos correndo para entregar o Arco Metropolitano em dezembro de 2013. É um corredor logístico que pode mudar a Baixada”. Duas soluções da FIRJAN para melhorar a mobilidade da região serão contempladas com investimentos. “Até abril a gente licita a ampliação da Via Light: serão dois túneis e sete viadutos”, contou Pezão no seminário. 
   
Sobre a extensão dos trens da SuperVia do Ramal de Santa Cruz até Itaguaí, ele afirmou: “Será feito”. Itaguaí deve abrigar uma enorme base offshore da Petrobras a partir de 2016.

  


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!