SEROPÉDICA SERÁ BENEFICIADA COM PROJETOS DE ESGOTAMENTO SANITÁRIO

18/04/2013 19:17

 

Seropédica será beneficiada com projetos do sistema de esgotamento sanitário da área urbana. A elaboração dos projetos será viabilizada por um termo de cooperação técnica entre a Secretaria Estadual do Ambiente (SEA), por meio do Instituto Estadual do Ambiente (Inea), e a Companhia Estadual de Águas e Esgotos do Rio de Janeiro (CEDAE).

Para viabilizar ações de gestão de saneamento na bacia dos Rios Guandu, da Guarda e Guandu-Mirim, o Comitê Guandu – de acordo com as Resoluções 48, de 23-09-2010 e 72, de 25-04-2012 – investe aproximadamente R$ 17 milhões em projetos básicos de esgotamento sanitário e na elaboração do Plano Municipal de Saneamento Básico (PMSB) e do Plano de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos (PGIRS).

Sergio Pinheiro de Almeida, Gerente de Projetos da CEDAE, afirmou que a previsão é que os projetos contemplem 100% da área urbana dos municípios de Queimados, Paracambi, Seropédica e Itaguaí, e parcialmente os municípios de Nova Iguaçu, Miguel Pereira, Piraí e Barra do Piraí. Trata-se do primeiro passo para tratar o esgoto que aflui para a captação Cedae (manancial Guandu). “São projetos que possuem o duplo impacto de levar salubridade ambiental e saúde para os municípios e melhorar em muito a qualidade de água de abastecimento da grande região metropolitana”, disse Sergio Pinheiro.

O Secretário Executivo do Comitê Guandu, Julio Antunes declarou que através de recursos da cobrança de água na bacia hidrográfica, o Comitê disporá de projeto básicos necessários ao detalhamento dos sistema de esgotamento sanitário, indicando diâmetros das redes tronco coletoras e prediais, além do número de elevatórias e estações de tratamento de esgoto (ETEs), com as vazões dimensionadas para atender as demandas dos quase 565 mil habitantes atuais e de cerca de 900 mil previstos para 2035.

Já o prefeito Alcir Fernando Martinazzo destacou o nível de excelência a se alcançado no município com mais essas obras de saneamento que contribuirão para a melhoria da qualidade de vida e saúde da população de Seropédica, melhoria no meio ambiente e incremento do desenvolvimento social e econômico da cidade. “Essa obra representará um significativo ganho para o meio ambiente e a qualidade de vida, além de um incentivo para o desenvolvimento sócio-econômico de toda a região. Trata-se de um exemplo de construção coletiva permanente, um verdadeiro legado que é deixar a cidade melhor do que herdamos. É isso que dá sentido à atividade pública”, comentou o prefeito.

Alessandro Clementino, subsecretário de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável de Seropédica enfatizou que o projeto de esgotamento vem de encontro com os projetos de desenvolvimento sustentável realizado pela secretaria de Planejamento. “A Secretaria de Planejamento está realizando um planejamento estratégico da cidade com propostas de desenvolvimento sustentável e projetando as áreas de interesse residencial, comercial e industrial da cidade, por isso participarmos das discussões do projeto de esgotamento sanitário é muito importante para nós”, afirmou.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!