Prefeitura de Seropédica participa do Dia Mundial de combate a Hanseníase

27/01/2013 14:00

Agentes da Secretaria de Saúde e Defesa Civil do Município de Seropédica comemoraram o Dia Mundial de Combate à Hanseníase neste domingo (27/1) na Praça Nildo Romano no horário de 9:00 hrs as 12:0 hrs, onde foram realizadas ações como panfletagem e esclarecimentos pela equipe técnica da Saúde e detecção de casos novos e diagnóstico da hanseníase. O Secretário de Saúde Dr. Marcelo Tinoco esteve presente e comentou que a Secretaria de Saúde estará investindo em uma política de saúde humanizada trabalhando na prevenção das doenças. O Sub Secretário de Infraestrutura e Planejamento Estratégico em Saúde Sr. Paulo Cesar Soares informou que dia 6 de Fevereiro a Secretaria de Saúde estará fazendo uma reunião com todas as Chefias da área de Saúde de Seropédica para que juntos montem a estratégia para os próximos quatro anos.                                                                                                                        Doença – A hanseníase é uma doença infecciosa e atinge a pele e os nervos dos braços, mãos, pernas, pés, rosto, orelhas, olhos e nariz. O tempo entre o contágio e o aparecimento dos sintomas é longo e varia de dois a cinco anos. É importante que, ao perceber algum sinal, a pessoa com suspeita de hanseníase não se automedique e procure imediatamente um serviço de saúde. É preciso observar manchas esbranquiçadas, avermelhadas ou amarronzadas em qualquer parte do corpo e áreas da pele que não coçam, mas que causam a sensação de formigamento e ficam dormentes, com diminuição ou ausência de dor, da sensibilidade ao calor, ao frio e ao toque.                                                                                                                 Tratamento – Todos os casos de hanseníase têm tratamento e cura. A doença pode causar incapacidades físicas, evitadas com o diagnóstico precoce e o tratamento imediato, disponíveis no Sistema Único de Saúde (SUS). O tratamento, gratuito e eficaz, pode durar de seis a 12 meses. Os medicamentos devem ser tomados todos os dias, em casa, e uma vez por mês no serviço de saúde. Também fazem parte do tratamento, exercícios para prevenir as incapacidades físicas, além de orientações da equipe de saúde.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!