História de Seropédica

A História de Seropédica

Ao longo de nossa vidas, nascemos, crescemos, nos reproduzimos, enfim, construímos nossa história, nossa identidade, com uma cidade não é diferente, podemos citar como exemplo nossa própria cidade.

O nome “Seropédica” resulta-se de um neologismo formado por duas palavras de origens diferentes, sericeo ou serico, de origem latina, que significa seda, e pais ou paidós, de origem grega, que significa tratar ou consertar. Um local, portanto, onde se cuida ou se fabrica seda.

À fabricação de seda dá-se o nome de sericultura. A produção de fios de seda inicia-se a partir das larvas de uma espécie de mariposa, a Bombyx mori, essas larvas são denominadas no ocidente como Bicho-da-seda.

O Bicho-da-seda alimenta-se exclusivamente de folhas de Amoreira ao longo de toda a sua fase de vida larvar (lagarta), a lagarta torna-se amarelada e começa expelir um fio, que é utilizado para formar o casulo, onde se dá a transformação para a fase adulta, denominada imago. É esse casulo que serve de fonte para a seda.

O nome dado à cidade de Seropédica deve-se ao fato de que por volta de 1875, na fazenda Seropédica do Bananal de Itaguaí (nome dessa região na época em questão), do proprietário chamado, Luiz de Resende, ocorria a sericultura, eram produzidos cerca de 50 mil casulos de Bichos-da-seda por dia.

O surgimento da cidade iniciou-se de forma mais organizada em meados do Século XVII, quando estabeleceu-se a exploração do atual território onde hoje localizam-se os municípios de Seropédica, Itaguaí e Paracambi.

Os jesuítas, responsáveis pelo desbravamento da região, iniciaram as bases da futura povoação em terras localizadas entre os rios Tinguaçu e Itaguaí, tendo como finalidade catequizar os povos indígenas da região.

A região usufruiu de fortes atividades rurais e comerciais até 1880, exportando em grande quantidade cereais, café, açúcar, farinha e aguardente. Devido à Lei Áurea, houve uma grande partida de escravos, ocorrendo uma crise econômica regional. A abolição da escravatura, aliada à falta de transporte e à insalubridade da região foram determinantes no processo de desenvolvimento dessa crise, fazendo com que  desaparecessem as grandes plantações, além das periódicas e/ou permanentes.

O abandono da região provocou a obstrução dos rios que cortavam quase toda baixada do território municipal, alagando-a, desse fato originou-se o alastramento da malária, o que restringiu a população local e imobilizou por muitas décadas o desevolvimento econômico de toda a região.

Alguns fatores permitiram ao município reconquistar sua posição de prestígio, como por exempo o acesso da antiga (ainda em atividade) rodovia Rio-São Paulo (BR-465), a instalação de uma indústria têxtil no distrito de Paracambi, assim como algumas obras de saneamento na Baixada Fluminense, empreendidas por Nilo Peçanha, tais obras permitiram o aproveitamento de grandes áreas.

Apesar de todos os acontecimentos citados acima, nada revigorou mais o brilho da cidade como as obras do Centro Nacional de Estudos e Pesquisas Agronômicas, realizadas no anos de 1938. Atualmente, nesse mesmo espaço, funciona a UFRRJ (Univerdidade Federal Rural do Rio de Janeiro).

A região, por volta de 1945, fora habitada por funcionários do Horto Florestal de Seropédica, hoje denominado de Floresta Nacional Mário Xavier, os funcionários residiam no local com suas famílias, porém, nas proximidades não existiam casas nem escolas, até que, em 1948, a UFRRJ passou seu campus-sede para as margens da antiga rodovia Rio-São Paulo (BR-465), dando início ao desenvolvimento urbano de Seropédica.

 

A construção da rodovia Rio-Santos (atual BR-101) também foi de extrema importância na modificação do cenário municipal, possibilitando acesso entre diversos municípios próximos.

A Lei Nº 2446, de 12 de outubro de 1995, tornou Seropédica um município independente de Itaguaí. A inauguração da nova cidade deu-se em 1º de Janeiro de 1997.

Atualmente a cidade encontra-se sob a gestão do prefeito Alcir Fernando Martinazzo, contemplado com o cargo nas últimas eleições.

 

 

 

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!