SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE SEROPÉDICA LANÇA O DISQUE-DENGUE

03/04/2013 14:15

 

Já está em funcionamento um novo instrumento de combate à dengue em Seropédica. Chamado de Disque-Dengue, o telefone disponibilizado pela Secretaria Municipal de Saúde facilita a denúncia de possíveis focos do mosquito Aedes Aegypti na cidade.

O número é o 2682-8628 e o atendimento é feito das 8h00 às 17h00 de segunda a sexta-feira.

Com essa ferramenta os moradores podem denunciar casos de água parada em Seropédica que podem servir de criadouro do mosquito da dengue e acompanhar o andamento das ações feitas a partir de sua denúncia pela Secretaria.

É o que explica o coordenador da Vigilância em Saúde, Wagner Teixeira. "Através das denúncias nós enviamos equipes da Vigilância em Saúde até o local para verificar a real situação e tomar as devidas providências", disse.

Para denunciar basta informar o endereço completo do local onde há possíveis focos do mosquito e o nome de quem está registrando a denúncia. O coordenador explica que precisa que a pessoa se identifique para diminuir a incidência de trotes ou denúncias falsas. "Evidentemente que o nome da pessoa não vai ser repassado para ninguém e serve apenas para nosso controle, mas a gente precisa desse dado para poder dar andamento a essa denúncia", explica.

Segundo Wagner Teixeira, o Disque-Dengue é um complemento das ações da Secretaria de Saúde para facilitar o conhecimento de situações que não chegariam até a Pasta de outra maneira. "As pessoas podem denunciar casas fechadas com lixo no quintal, piscinas mal cuidadas e lugares com acúmulo de água. Nós precisamos que a população passe para a gente essas situações para que possamos fazer a vistoria e identificar estes possíveis focos da dengue", afirma.

O coordenador esclarece que no caso de imóveis fechados ou abandonados os proprietários serão notificados. "Se a partir da denúncia a gente constatar que o imóvel está fechado, que não tem morador, nós consultamos o cadastro do imóvel na Prefeitura, para fazer uma notificação para este proprietário", declara.

Wagner reforça a importância da participação da população no combate à dengue. "Se eu cuido do que é meu e meu vizinho não cuida eu também estou correndo um risco. Então se a pessoa souber de casos de água parada é fundamental que ligue para o Disque-Dengue", enfatiza.

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!